PRINCIPAIS NOTICIAS
Volta Redonda premia atletas e escolas campeãs do Jevre 2023; edição 2024 já tem data definida

Volta Redonda premia atletas e escolas campeãs do Jevre 2023; edição 2024 já tem data definida

Competição durou 49 dias e reuniu cerca de quatro mil atletas; encerramento oficial dos jogos aconteceu nesta quarta-feira (1º), no Ginásio do Retiro

 

O Ginásio Poliesportivo Amaro Inácio (Ginásio do Retiro) sediou na tarde desta quarta-feira (1º) a festa de encerramento do Jevre (Jogos Estudantis de Volta Redonda) 2023. A competição reuniu cerca quatro mil alunos/atletas por quase 50 dias, representando 51 escolas das redes de ensino municipal, estadual, federal e particular. Durante o encerramento oficial, a Prefeitura de Volta Redonda, por meio da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Smel), entregou a premiação aos alunos e às escolas campeãs.

“Foram 49 dias de competição e integração entre os estudantes da nossa cidade e seus familiares. Após momentos de emoção, chegou a hora de premiar os alunos/atletas que se destacaram em cada modalidade e ainda premiar as escolas vencedoras do Jevre 2023”, disse a secretária de Esporte e Lazer, Rose Vilela, que aproveitou para anunciar a data de abertura do Jevre 2024: 13 de setembro.

Rose também agradeceu aos colegas profissionais de Educação Física, a coordenadoria pedagógica e a direção das unidades participantes. “E principalmente aos atletas, pais e familiares, pois ninguém faz nada sozinho”, afirmou.

O subsecretário da Smel, Daniel Ferreira, agradeceu a confiança no trabalho dos profissionais da secretaria. “Atuamos para receber com carinho e acolhimento a todos que participaram do Jevre, dedicados a incentivar o esporte e a atividade física para promoção à saúde”, disse.

O secretário de Ordem Pública de Volta Redonda, tenente-coronel Luiz Henrique Monteiro Barbosa, também prestigiou o encerramento do Jevre. “Destaco a disciplina como vencedora dessa competição. Tudo ocorreu dentro da normalidade. E reforço: esporte é saúde”.

Premiação

A cerimônia começou com a entrega de troféus de participação para todas as escolas participantes – assim como as medalhas individuais para os alunos, que serão distribuídas nas unidades. Na sequência, a Escola Municipal Dr. João Paulo Pio de Abreu ganhou o Troféu Magali Bitencourt.

O subsecretário Daniel Ferreira explicou que o nome foi escolhido pela grande contribuição da profissional de Educação Física, que atua no Colégio Getúlio Vargas, da Fevre (Fundação Educacional de Volta Redonda). “E a escola vencedora mereceu o prêmio por conta da resiliência, da participação com afinco e dedicação a cada jogo, mesmo quando o resultado não era favorável”, declarou.

O Jevre também premiou com troféus as melhores escolas públicas. A Escola Municipal Maria José Campos Costa levou pelos anos iniciais do Ensino Fundamental; a Escola Municipal Wandir de Carvalho foi destaque dos anos finais do Ensino Fundamental; e o Instituto de Educação Professor Manuel Marinho, da rede estadual de ensino, levou o troféu do Ensino Médio.

Os cinco primeiros colocados na classificação geral também ganharam troféus. O Colégio Interativo foi bicampeão do Jevre 2023, com um total de 98 medalhas, sendo 53 de ouro; ele foi seguido pela Escola Firjan Sesi e Colégio Nossa Senhora do Rosário, que conquistaram o segundo e o terceiro lugares, respectivamente. Na quarta colocação ficou o Instituto Presbiteriano de Educação, e o quinto lugar foi do Colégio Anglo Americano.

A aluna Joana, de 11 anos, do 6º ano do Ensino Fundamental do Colégio Nossa Senhora do Rosário, conduziu a faixa do colégio para receber o troféu e foi acompanhada de perto pela avó, Lucy Maria, e pela tia e madrinha Flávia de Almeida da Costa. Joana ganhou medalha de ouro no skate e no futsal, além da medalha de prata no handebol.

“Minha madrinha Flávia é a grande incentivadora para eu praticar o skate, mas gosto de esporte de maneira geral. Foi muito bom participar do Jevre, e pretendo competir de novo no ano que vem”, disse Joana.

Números da competição

Mais de quatro mil atletas participaram do Jevre 2023, representando 51 escolas. Foram mais de 300 profissionais envolvidos, com 795 jogos; 66 séries e provas; 71 combates; e 48 apresentações, divididos entre 27 modalidades.

As modalidades disputadas foram Atletismo; Badminton; Basquetebol; Basquete 3×3; Beach Tênis; Tênis de Campo; Cabo de Guerra; Câmbio; Futebol; Futsal Sub-9, 11, 13, 15 e 17; Futevôlei; Ginástica Artística, Rítmica e de Trampolim; Handebol; Judô; Karatê; Natação; Queimada; Skate Street; Taekwondo; Tênis de Mesa; Teqball; Voleibol; Vôlei de Praia; e Xadrez.

“Quero dar os meus parabéns à equipe da Smel, que se supera para fazer sempre a melhor edição do evento. O Jevre mostra que Volta Redonda investe e acredita no esporte como forma de incentivo às crianças, jovens e adultos. A prática esportiva promove saúde, socialização, a construção de valores morais e éticos, recreação e lazer”, afirmou o prefeito Antonio Francisco Neto.

Fotos: Cris Oliveira – Secom/PMVR

Pin It

Últimas Notícias