PRINCIPAIS NOTICIAS
Rio: programação gratuita celebra um ano do Espaço Cultural Arte Sesc

Rio: programação gratuita celebra um ano do Espaço Cultural Arte Sesc

A mansão centenária Figner, localizada no bairro do Flamengo, zona sul da capital fluminense, foi reaberta em janeiro do ano passado, depois de restauração, abrigando o Espaço Cultural Arte Sesc. Neste sábado (28), o espaço celebra um ano de atividades, com programação inteiramente gratuita para o público de todas as idades.1674924147 467 ebc1674924147 601 ebc

O curador do Arte Sesc, Marcelo Campos, disse que a partir das 14h, dentro do Programa Educativo, haverá visita mediada à exposição Abstrações, composta por obras de artistas do sexo feminino que exploram o caminho da abstração em diferentes tempos e formas expressivas, entre as quais Fayga Ostrower, Renina Katz, Anna Letycia, Anna Maria Maiolino, Ana Cláudia Almeida e Laís Amaral. A mostra seguirá em cartaz.

Haverá também a partir das 14h um laboratório artístico para o público infantil, além da exibição de documentários, como Nós, Palhaças, que registra o olhar feminino sobre o passado, o presente e o futuro do circo, na Sessão Pipoca Picadeiro. A exibição é seguida de debate com os realizadores.

Às 16h, serão realizados, dentro também do Programa Educativo, visita mediada e laboratório para o público adulto, mais ligado ao cinema e à música. A programação prevê, às 17h, exibição do documentário Orin – Música para os Orixás. O encerramento das festividades ocorre a partir das 18h, com o lançamento do Catálogo Exposição Abstrações. “Qualquer pessoa pode participar. É uma atividade externa, fora do casarão”.

Importância

Marcelo Campos reforçou a importância do centro cultural para o Serviço Social do Comércio (Sesc) do Rio. “Abrir um espaço de cultura na cidade é uma raridade e o bairro do Flamengo é um lugar que não tem tanto espaço cultural assim”.

As exposições que ocupam o Espaço Arte Sesc são recortes curatoriais em torno de peças do acervo do Sesc RJ, composto por mais de 500 obras, que estavam espalhadas por unidades do estado. Com a revitalização do espaço, foi possível iniciar um trabalho de catalogação, higienização e acondicionamento desses trabalhos em salas apropriadas na sede do Flamengo, o que permitiu a continuidade das pesquisas em torno do acervo.

Além das exposições, o Arte Sesc conta com programações diversas em outras linguagens artísticas, como música, audiovisual, artes cênicas e literatura. No Bistrô Artes Sesc, os visitantes podem provar cardápio assinado pelo chef francês Frédéric Monier.

Origem

Situado na Rua Marquês de Abrantes, 99, no Flamengo, o Espaço Cultural Arte Sesc é uma das 26 unidades do Sesc no Rio de Janeiro. No local, está a sede estadual da instituição. O imóvel foi construído em 1912 e tombado pelo Instituto Rio Patrimônio da Humanidade (IRPH). Ali morou o empresário tcheco Frederico Figner (1866/1947), pioneiro da indústria fonográfica no Brasil. Ele foi o fundador da Casa Edison, que revendia equipamentos de som e luz como fonógrafos, gramofones e kinetoscópios, e também criador da primeira gravadora musical do Brasil, a Odeon.

O espaço foi reinaugurado em janeiro de 2022 depois de um ano de trabalhos de restauração e de sete anos fechado para o público. Nesse período, o imóvel abrigou apenas atividades administrativas. A exposição inaugural foi Notícias do Brasil: Carybé, Cícero Dias e Glauco Rodrigues, com gravuras assinadas pelos três artistas, em celebração aos 100 anos da Semana de Arte Moderna de 1922.

Nova mostra

Para 2023, Marcelo Campos revelou que o centro cultural vai trocar a exposição em cartaz. “Vai permanecer com ligação com a coleção do Sesc Rio. Nós vamos ter uma exposição que homenageia Emanoel Araújo, recém-falecido, que tem obras na coleção”. O curador adiantou que serão trazidos artistas afrodescendentes para dialogar com as obras de Araújo. Essa exposição será inaugurada em abril e ficará em cartaz durante seis meses.

Emanoel Araújo foi escultor, desenhista, ilustrador, figurinista, gravurista, cenógrafo, pintor, curador e museólogo brasileiro. Nasceu no dia 15 de novembro de 1940, em Santo Amaro (BA) e faleceu em 7 de setembro de 2022, na capital paulista.

, Alana Gandra – Repórter da Agência Brasil

Fonte: Agência Brasil

Últimas Notícias