PRINCIPAIS NOTICIAS
RESENDE: PRIMEIRO CENTRO DE HIDRATAÇÃO PARA PACIENTES COM DENGUE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO AMPLIA HORÁRIO DE ATENDIMENTO

RESENDE: PRIMEIRO CENTRO DE HIDRATAÇÃO PARA PACIENTES COM DENGUE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO AMPLIA HORÁRIO DE ATENDIMENTO


29/02/2024

Pacientes que procuram atendimento no Hospital Municipal de Emergência de Resende terão atendimento até às 22h

RESENDE: PRIMEIRO CENTRO DE HIDRATAÇÃO PARA PACIENTES COM DENGUE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO AMPLIA HORÁRIO DE ATENDIMENTO

Crédito: Raimundo Brasil

Depois de implantar o primeiro Centro de Hidratação para pessoas com dengue do Estado do Rio de Janeiro, em parceria com o Governo do Estado, agora, a Prefeitura de Resende, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, amplia o horário de atendimento à população. Anteriormente, o espaço funcionava das 7h30 às 19h. Com a mudança, o atendimento passa a ser das 7h30 às 22h. O atendimento na UPA 24h continua em tempo integral. 

Assim como na pandemia da Covid-19, a gestão municipal de Resende se antecipou nos cuidados com a população e agiu rápido para ser pioneira na implantação do Centro de Hidratação. A estrutura organizada no Hospital Municipal de Emergência, implantado no início de janeiro de 2024, conta com área de hidratação, posto de enfermagem, análise laboratorial e consultório médico. 

Para reforçar ainda mais o cuidado com a população, o centro passa a funcionar em horário estendido. Segundo o secretário municipal de Saúde, Jayme Neto, a medida é fundamental para amparar os pacientes que chegam ao hospital com a doença. 

– Estamos trabalhando diariamente para que a Saúde pública de Resende consiga atender com assertividade a população. A ampliação busca atender com mais agilidade, principalmente, os pacientes que saem do trabalho e chegam na unidade com sintomas da doença. Sabemos que o combate à dengue é um trabalho de toda a população, que precisa ficar atenta aos criadouros do mosquito, mas o município também está buscando fazer a sua parte, oferecendo atendimento nas unidades de saúde com qualidade e agilidade, mutirões de limpeza e de conscientização e todos os demais esforços feitos no dia a dia, que são realizados desde antes do quadro atual em que vivemos. Seguimos trabalhando, monitorando e buscando sempre novos meios de vencer essa doença que, infelizmente, atinge todo o nosso país – disse o secretário. 

Leia Também  Parceria entre Saae-VR e Rotary vai permitir reuso de água

A Prefeitura de Resende realiza diariamente visitas domiciliares com o trabalho de orientação e, rotineiramente, mutirões de limpeza, mas ainda em dezembro de 2023, esse trabalho passou a ser feito também nos finais de semana, quando a doença ainda não atingia índices alarmantes em todo o país. 

– É uma diretriz da atual gestão, aqui em Resende, buscar se antecipar para evitar prejuízos à saúde da população. Os mutirões não são novidade, mas como a chuva começou mais cedo em 2023, já prevíamos que a dengue poderia vir mais forte ou ser antecipada. Por isso, no início de dezembro intensificamos o trabalho de visitas domiciliares e de retirada de entulhos, com trabalhos aos sábados e aos domingos. Também aumentamos as equipes de saúde e implantamos o primeiro Centro de Hidratação do Estado do Rio de Janeiro. Também ampliamos as divulgações nos canais oficiais sobre o cuidado que cada um tem que ter em casa, já que dados indicam que 80% dos focos de Aedes aegypti estão dentro das residências. A estrutura de saúde segue equipada e empenhada nesse combate – disse o prefeito Diogo Balieiro Diniz. 

Leia Também  Prefeitura de Volta Redonda paga bolsa-aprendizagem ao ProJovem Urbano

O município também criou uma Sala de Telemonitoramento, na qual médicos realizam ligações aos pacientes notificados, acompanhando seu quadro clínico, entendendo sintomas, sensações diárias e demais aspectos relevantes. Esse acompanhamento abrange informações cruciais, como endereço do paciente, áreas mais afetadas pela suspeita ou confirmação da doença, faixa etária, histórico familiar ou amizades diagnosticadas, além de qualquer informação sobre possíveis criadouros de larvas nas proximidades. O processo inclui, pelo menos, três ligações em 48 horas, dependendo das condições do paciente.  

É importante reforçar a ajuda da população com os 10 Minutos Salvam Vidas realizando a vistoria semanal dos quintais e eliminando os depósitos que acumulam água parada. Além disso, é de extrema importância que os moradores abram as portas de suas residências para que os agentes de combate a endemias possam fazer a vistoria completa do imóvel. Os profissionais são devidamente uniformizados e usam o crachá de identificação em nome da Prefeitura de Resende

Leia Também  Volta Redonda terá no fim de semana cinco unidades de saúde para atendimento de casos de dengue

Denúncias podem ser feitas diretamente na ouvidoria geral no pátio da prefeitura ou através do telefone (24) 3360-6200 / (24) 3360-6191. 

Ações pelo ‘Dia D’ contra a Dengue 

No próximo domingo, dia 2 de março, a Prefeitura de Resende se junta ao ‘Dia D’ de combate à Dengue, uma campanha de âmbito nacional. A gestão municipal vai promover uma ação de conscientização e orientações para a população. A mobilização será no Calçadão, no bairro Campos Elíseos, das 9h ao meio-dia. 

No local, serão passadas orientações quanto aos 10 minutos de combate à Dengue, a utilização de um microscópio para visualização do Aedes, além de atendimento quanto às reclamações dos munícipes.

 





Source link

Últimas Notícias