PRINCIPAIS NOTICIAS
Nova clínica de ressonância magnética começa a atender pacientes do SUS em Volta Redonda

Nova clínica de ressonância magnética começa a atender pacientes do SUS em Volta Redonda

Espaço na Rua 33, na Vila Santa Cecília, vai ofertar mais de 800 exames por mês na rede pública municipal

 

Os pacientes da rede pública de saúde de Volta Redonda já contam com um novo espaço para a realização de exame de ressonância magnética. A prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), começou a oferecer o serviço para pacientes do SUS (Sistema Único de Saúde) em uma clínica na Rua 33, na Vila Santa Cecília.

De acordo com o Departamento de Controle, Avaliação, Regulação e Auditoria da SMS, a nova unidade (localizada na Rua 33, nº 111, na Vila Santa Cecília) será dedicada para a rede pública municipal e vai ofertar cerca de 850 exames por mês, totalizando 10.250 procedimentos por ano.

Leia Também  Castramóvel Volta Redonda ultrapassa marca de 100 cirurgias em apenas duas semanas de funcionamento

“Com esse novo espaço, o exame de ressonância magnética será ofertado de forma mais rápida. E vai possibilitar a consolidação de diagnósticos, que por sua vez viabilizará o acesso mais ágil da população ao tratamento”, explicou a coordenadora do departamento, Sheila Rodrigues.

Na clínica são realizados diversos tipos de ressonância, com e sem contraste, como em articulações, coluna cervical, crânio, membros, tórax, artroressonância e enteroressonância, entre outros.

“Os cidadãos terão um atendimento mais rápido e eficiente com esse novo espaço, assim como aconteceu com a implantação do novo Laboratório Municipal. E com qualidade oferecida nos moldes de importantes unidades da rede particular”, afirmou a secretária municipal de Saúde, Maria da Conceição de Souza Rocha.

Leia Também  Prefeitura de Volta Redonda entrega mais uma área de lazer reformada

O prefeito Antonio Francisco Neto falou sobre mais esse avanço na saúde. “A gente está trabalhando para zerar as filas dos serviços mais procurados e com menos oferta, dentro das parcerias que existem. Assim como fizemos com os médicos nas unidades básicas e os mutirões de catarata, vamos ofertar mais exames para quem está aguardando pela ressonância. Estamos avançando e Volta Redonda está voltando a ser referência”.

Fotos de Cris Oliveira – Secom/PMVR.

Pin It

Últimas Notícias