Franca está na final do Torneio Intercontinental de clubes de basquete

Franca está na final do Torneio Intercontinental de clubes de basquete

Na madrugada deste sábado (23), no horário de Brasília, a equipe do Sesi Franca venceu o G-League Ignite, dos Estados Unidos, por 98 a 89 e, assim, garantiu classificação para a grande final do Torneio Intercontinental de clubes da Fiba – a federação internacional de basquete.1695492629 707 ebc1695492629 181 ebc

O adversário do time brasileiro na decisão será o Telekom Baskets Bonn, da Alemanha. O campeão da competição – disputada em Singapura – será conhecido  neste domingo, às 8h de Brasília, no ginásio Singapore Indoor Stadium.

Franca alcançou a decisão após vencer o grupo A, com duas vitórias em duas partidas. Na véspera, a equipe derrotou o Al-Ahly, do Egito, por 90 a 70. Neste sábado, encarou um time integrado essencialmente por jovens em formação.

Leia Também  Copa do Brasil: Botafogo e Brasiliense duelam em clima de decisão

O G-League Ignite disputa a G-League, a liga de desenvolvimento da NBA, focada em dar oportunidades a jogadores que fazem parte de elencos da maior liga do mundo, mas não têm tempo de quadra ou que querem chamar a atenção de algum time para ganhar uma oportunidade.

O Ignite, no entanto, tem uma proposta de trabalhar majoritariamente com jovens que ainda não têm idade para entrar na liga. Seu elenco é formado por muitos atletas de 19 anos ou menos vistos como potenciais estrelas da NBA no futuro.

Jogo bem disputado

A equipe dos Estados Unidos deu trabalho para Franca, chegando a abrir vantagem no início do duelo e mantendo o jogo acirrado por três quartos. Os times foram para os dez minutos decisivos separados por apenas três pontos no placar (76 a 73 para a equipe brasileira).

Leia Também  Brasil derrota Uruguai pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo

No último quarto, Franca conseguiu emplacar uma sequência até fechar em 98 a 89. Quatro atletas contribuíram com 15 pontos ou mais: Jhonatan Luz (19 pontos e oito rebotes), Georginho (19 pontos e quatro assistências), Lucas Dias (18 pontos e três rebotes) e David Jackson (17 pontos, quatro rebotes e cinco assistências).

O Intercontinental no momento é o único torneio que reúne clubes de basquete ao redor do planeta, tendo status de Mundial mesmo sem ter, por exemplo, clubes das duas principais ligas do mundo, a NBA e a Euroliga.

O Telekom Baskets Bonn, que venceu o grupo B para alcançar a final com Franca, ganhou o direito de participar da competição da Fiba ao ser campeão da Champions League europeia, certame tido como o terceiro de maior importância dentro do continente.

Leia Também  Cristiane marca dois e Fla vence Flu por 3 a 1 no Brasileiro Feminino

Juntando todos os formatos que a competição já teve, Franca busca o quarto título de um clube brasileiro. Conseguindo, se tornaria a terceira equipe do país a vencer o Intercontinental, depois do Sírio (1979) e do Flamengo (campeão em 2014 e 2022).

, Igor Santos – Repórter da TV Brasil

Fonte: Agência Brasil

Últimas Notícias