PRINCIPAIS NOTICIAS
Covid-19: Rio começa a aplicar vacina bivalente em grupo prioritário

Covid-19: Rio começa a aplicar vacina bivalente em grupo prioritário

As 236 mil doses da vacina bivalente contra a covid-19, referentes à primeira remessa do Ministério da Saúde, já foram distribuídas para os 92 municípios do estado. O cronograma do Programa Nacional de Imunização começa nesta segunda-feira (27) atendendo a grupos prioritários. 1677507695 979 ebc1677507696 96 ebc

As primeiras doses serão aplicadas em pessoas com maior risco de ter formas graves da doença, como idosos e pessoas com deficiência, segundo calendário divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde:

Dia 27/02 – Idosos com 85 ou mais e pessoas imunocomprometidas com 60 ou mais

Leia Também  Quase 40% das pessoas que usavam a Prep abandonaram a prevenção ao HIV

Dia 28/02 – Idosos com 80 ou mais e pessoas imunocomprometidas com 50 ou mais

Dia 01/03 – Idosos com 75 ou mais e pessoas imunocomprometidas com 40 ou mais

Dia 02/03 – Idosos com 72 ou mais e pessoas imunocomprometidas com 30 ou mais

Dia 03/03 – Idosos com 70 ou mais e pessoas imunocomprometidas com 20 ou mais

Dia 04/03 – Idosos com 70 ou mais e pessoas imunocomprometidas com 12 ou mais

O secretário municipal de Saúde, Rodrigo Prado, afirmou que toda dose de reforço é importante para manter a proteção contra a covid-19, especialmente nos grupos mais vulneráveis.

Variante Ômicron  

A vacina bivalente é recomendada como dose de reforço para quem tenha recebido pelo menos duas doses contra a doença de qualquer laboratório, há quatro meses ou mais. O reforço protege contra o vírus original e suas variantes, incluindo a Ômicron.

Vacinação

A vacina estará disponível nas 237 unidades de atenção primária do município, como as clínicas da Família e os centros municipais de Saúde, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, e aos sábados, das 8h às 12h; e no Super Centro Carioca de Vacinação, em Botafogo, todos os dias, das 8h às 22h.

Os idosos devem apresentar documento de identificação e comprovante de vacinação, se disponível. Os imunocomprometidos deverão apresentar o comprovante da sua condição.

Dados registrados no Painel Covid-19 da Secretaria Municipal de Saúde mostram que quase 850 mil pessoas que receberam a primeira dose da vacina não voltaram para tomar a segunda dose. Entre os que completaram o esquema vacinal primário, com duas doses, mais de 5 milhões não retornaram para tomar a dose de reforço.

Leia Também  Anvisa aprova injeção para tratamento da obesidade

*Estagiário sob supervisão de Akemi Nitahara

Francisco Eduardo Ferreira*

Fonte: Agência Brasil

Últimas Notícias